Página Inicial » Ensino Superior » Simulado Analista em Orçamento e Finanças – Questões Teóricas

Simulado Analista em Orçamento e Finanças – Questões Teóricas

É o profissional responsável pelo acompanhamento e resolução de problemas com orçamentos, podendo também acumular a responsabilidade de elaboração de orçamentos, controle das finanças e patrimônio de determinado setor da administração pública ou de uma empresa, etc
Veja e responda o simulado com questões específicas do cargo.

Questão 1

São consideradas receitas extraorçamentárias




Questão 2

O reconhecimento do crédito apresenta como principal dificuldade a determinação do momento de ocorrência do fato gerador. No entanto, no âmbito da atividade tributária, pode-se utilizar o momento do lançamento como referência para o seu reconhecimento, pois é por esse procedimento que

I. se verifica a ocorrência do fato gerador da obrigação correspondente.
II. se determina a matéria tributável.
III. se calcula o montante do tributo devido e identifica-se o sujeito passivo.

Está CORRETO o que se afirma em




Questão 3

Com base na NBC T SP 16.1, em relação à unidade contábil, relacione as colunas abaixo:

1. Originária.
2. Descentralizada.
3. Unificada.
4. Consolidada.

( ) Representa a soma ou a agregação do patrimônio de duas ou mais Unidades Contábeis Originárias.
( ) Representa a soma ou a agregação do patrimônio de duas ou mais Unidades Contábeis Descentralizadas.
( ) Representa parcela do patrimônio de Unidade Contábil Originária.
( ) Representa o patrimônio das entidades do setor público na condição de pessoas jurídicas.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.




Questão 4

Segundo o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público – MCASP, conjugando as disposições legais e aquelas contidas na NBC TSP 11, compõem o conjunto de Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público (DCASP) todos os itens abaixo citados, EXCETO




Questão 5

Quanto ao registro da Receita, analise as afirmativas abaixo:

I. O registro da receita orçamentária ocorre no momento da arrecadação, conforme art. 35 da Lei nº 4.320/1964 e decorre do enfoque orçamentário dessa Lei, tendo por objetivo evitar que a execução das despesas orçamentárias ultrapasse a arrecadação efetiva.
II. Não devem ser reconhecidos como receita orçamentária os recursos financeiros oriundos de Superávit Financeiro.
III. O cancelamento de restos a pagar se confunde com o recebimento de recursos provenientes do ressarcimento ou da restituição de despesas pagas em exercícios anteriores que devem ser reconhecidos como receita orçamentária do exercício.

Está CORRETO o que se afirma, apenas, em




Questão 6

Sobre a execução da despesa orçamentária, analise as afirmativas abaixo:

I. O empenho Ordinário é o tipo de empenho utilizado para as despesas de valor fixo e previamente determinado, cujo pagamento deva ocorrer de uma só vez.
II. Nos casos em que o instrumento de contrato é facultativo, a Lei nº 8.666/1993 admite a possibilidade de substituí-lo pela nota de empenho de despesa, hipótese em que o empenho representa o próprio contrato.
III. O empenho Global é o tipo de empenho utilizado para despesas contratuais ou outras de valor estimado, sujeitas a parcelamento.

Está CORRETO o que se afirma, apenas, em




Questão 7

O orçamento é um importante instrumento de planejamento de qualquer entidade, seja pública ou privada, e representa o fluxo previsto de ingressos e de aplicações de recursos em determinado período. A matéria pertinente à receita vem disciplinada no art. 3º, conjugado com o art. 57 e no art. 35 da Lei nº 4.320/1964. Com base no conteúdo dos referidos artigos, relacione as colunas abaixo:

I. Art. 3º da Lei 4.320/64.
II. Art. 57 da Lei 4.320/64.
III. Art. 35 da Lei 4.320/64.

( ) Serão classificadas como receita orçamentária, sob as rubricas próprias, todas as receitas arrecadadas, inclusive as provenientes de operações de crédito, ainda que não previstas no Orçamento.
( ) Pertencem ao exercício financeiro: I- as receitas nele arrecadadas; II- as despesas nele legalmente empenhadas.
( ) A Lei de Orçamentos compreenderá todas as receitas, inclusive as de operações de crédito autorizadas em lei.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.




Questão 8

O §§1º e o 2º do art. 11 da Lei no 4.320/1964 classificam as receitas orçamentárias em “Receitas Correntes” e “Receitas de Capital”.
Assinale a alternativa que apresenta, apenas, receitas correntes.




Questão 9

Conforme o art. 41 da Lei nº 4.320/1964, sobre os créditos adicionais e sua classificação, analise os itens abaixo:

I. Suplementares, os destinados a reforço de dotação orçamentária.
II. Especiais, os destinados a despesas urgentes e imprevistas, em caso de guerra, comoção intestina ou calamidade pública.
III. Extraordinários, os destinados a despesas para as quais não haja dotação orçamentária específica.

Está(ão) CORRETO(S) apenas




Questão 10

Sobre as etapas da Despesa Orçamentária, assinale a alternativa CORRETA.




Tempo de simulado:

Comentar Simulado