Simulado Museólogo – Questões Objetivas

A Museologia estuda, identifica, restaura e classifica peças de valor histórico e cultural. O Museólogo é o responsável por este trabalho de documentar, pesquisar e conservar o acervo. A área de atuação do museólogo também se concentra na organização de intercâmbios de peças e exposições de arte, planejamento e da programação de museus, sempre com objetivo voltado para o público alvo que se desejar atingir. Veja e responda o simulado com questões tiradas de provas de Concursos.

Questão 1

Os indicadores básicos de controle ambiental para conservação de bens culturais materiais são: temperatura, humidade relativa do ar, luz e qualidade do ar.
Sobre a temperatura e a umidade relativa do ar, analise as afirmativas abaixo:

I. As altas temperaturas e os altos níveis de umidade são danosos tanto para a conservação física de materiais mais higroscópicos, como a madeira, e menos higroscópicos, como o metal.
II. A grande variação de temperatura e umidade, causada, por exemplo, por equipamentos de ar-condicionado que são ligados e desligados ao longo do dia, pode ser mais danosa para os materiais higroscópicos do que a manutenção constante de altos índices de temperatura e umidade.
III. As autoridades não estabelecem um valor normativo fixo e exato para os níveis de temperatura e umidade do ar adequados para as reservas técnicas, visto que esses devem ser estabelecidos de acordo com o tipo de material armazenado e as condições institucionais de cada museu, devendo-se evitar as variações extremas.
IV. Uma recomendação frequente é a manutenção constante de temperaturas de 21ºC ou menos e índices de umidade constantes em algum valor entre 30% e 50%.
V. Os níveis de temperatura e umidade recomendados para reservas técnicas não visitáveis são inferiores àqueles recomendados para áreas de exposição e de administração.
VI. Os altos índices de temperatura aceleram sensivelmente os índices de deterioração. Estima-se que, a cada aumento de 10ºC, se dobra a velocidade da maioria das reações químicas que causam a deterioração.

Assinale a alternativa CORRETA.

Questão 2

O conceito de Museu Integral foi proposto e definido em um importante evento no âmbito dos museus. Trata-se de um conceito que visa a tomada de consciência por parte dos museus sobre a sua função social, atuando de forma conectada e integrada com a sociedade, proporcionando à comunidade uma visão de conjunto de seu meio material e cultural. Os princípios de base do Museu Integral estão presentes na:

Questão 3

No tocante à conservação e segurança dos acervos, sobre o que prevê o Código de Ética para Museus do Conselho Internacional de Museus (ICOM), analise as afirmativas abaixo:

I. A restauração é elemento primordial na política dos museus e da proteção de acervos, tanto para objetos em reserva como para objetos em exposição ou em trânsito.
II. Os museus devem realizar tempestivamente a restauração de objeto ou espécime tão logo este necessite de intervenções de conservação-restauração ou de serviços de um conservador-restaurador qualificado.
III. O principal objetivo deve ser a completa restauração do objeto e sua integridade.
IV. Todo procedimento de conservação deve ser documentado e, na medida do possível, reversível.
V. Toda alteração do objeto ou espécime original deve ser claramente identificável.
VI. Atenção especial deve ser dada ao desenvolvimento de políticas para a proteção de acervos durante conflitos armados e outros desastres naturais ou causados pelo homem.

Assinale a alternativa CORRETA.

Questão 4

A museóloga Tereza Scheiner se utilizou de aportes da Filosofia para explicar o conceito de museu como fenômeno e fez algumas afirmações.
Sobre estas, analise as afirmativas abaixo:

I. O museu pode ser considerado um arquiconceito, tratando-se de uma instância simbólica que pode assumir diferentes formas, de acordo com a perspectiva de mundo dos diferentes grupos sociais no tempo e no espaço.
II. O tipo de museu existente em cada sociedade varia de acordo com o conceito de “real” que os seus criadores concebem. Assim, a percepção do real é um dos fundamentos ontológicos da museologia.
III. A dimensão fenomênica do museu, através do estudo de suas relações com o Real, é o objeto de estudo da museologia.
IV. Pode-se admitir uma forma específica de relação entre indivíduo e objeto, característica dos museus, se colocarmos o foco não no objeto e nem apenas no museu, mas, na relação entre ambos, tal como pensado por Stránský.
V. O objeto existente fora do homem pode ser compreendido como uma instância simbólica, que, ao lado da escrita, passa a ser um registro documental do real.
VI. A dimensão fenomênica do museu e a busca da compreensão de suas relações com o Real aproximam a Museologia da Filosofia e não, das Ciências.

Estão CORRETAS

Questão 5

Em relação ao Livro Tombo, documento criado pelo museu, analise as afirmações abaixo e assinale V, se verdadeiras, ou F, se falsas.

( ) Precisa de um Termo de Abertura e um Termo de Fechamento, quando necessário.
( ) Pode ser rasurado e deve ser manuscrito.
( ) O Número de tombo é o número definido pelo museu para o registro de identificação do objeto no acervo.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

Questão 6

O Estatuto de Museus, instituído pela Lei nº 11.904/2009, estabelece diretrizes, obrigações e responsabilidades específicas para os museus brasileiros. O Estatuto prevê, na Seção II – Do Regimento e das Áreas Básicas dos Museus, em seu Art. 19, que “Todo museu deverá dispor de instalações adequadas ao cumprimento das funções necessárias, bem como ao bem-estar dos usuários e funcionários”, incluindo cinco subseções específicas sobre as diversas funções dos museus. Com base nos artigos que integram a Subseção III – Da Difusão Cultural e Do Acesso aos Museus, analise as assertivas abaixo:

I. Os museus deverão disponibilizar um livro de sugestões e reclamações que estará disposto de forma visível e acessível aos visitantes.
II. Todas as réplicas e demais cópias reproduzidas ou divulgadas pelo museu através de suas ações de comunicação museológica serão assinaladas como tais, de modo a evitar que sejam confundidas com os objetos ou espécimes originais.
III. A política de gratuidade ou onerosidade do ingresso ao museu será estabelecida pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM).
IV. Os museus caracterizar-se-ão pela acessibilidade universal dos diferentes públicos, na forma da legislação vigente.

Quais delas NÃO contemplam as diretrizes que integram a Subseção III do Estatuto de Museus?

Questão 7

Segundo o Comitê Internacional de Documentação (CIDOC) do Conselho Internacional de Museus (ICOM), o “Object ID é uma norma internacional para descrição de objetos culturais, resultado de pesquisas feitas em colaboração com a comunidade museológica, a UNESCO, a polícia internacional – incluindo o FBI, a Scotland Yard e a Interpol –, agências aduaneiras, o comércio de arte, a indústria de seguros e avaliadores de arte e antiguidades. O uso dessa norma ajuda a combater a apropriação ilegal de objetos de arte, facilitando a documentação dos bens culturais e reunindo organizações ao redor do mundo que podem incentivar a sua implementação”.
Acerca do Object ID, analise as afirmativas abaixo:

I. O Object ID é a norma mais completa para documentação em museus e deve ser adotada como norma base para a elaboração de inventários de bens culturais materiais.
II. O Object ID é a norma que sistematiza as informações mínimas para a descrição e a identificação de um bem cultural material, por isso é universalmente recomendada pelo ICOM para o combate ao tráfico ilícito de bens culturais.
III. O Object ID é a norma reconhecida internacionalmente pelas polícias internacionais e, por esse motivo, deve ser adotada como única norma para a documentação em museus.
IV. A lista de controle da norma Object ID é composta pelas seguintes orientações: Tire fotografias, Responda estas questões (Número do objeto, Local no prédio, Outras Numerações, Classificação, Tipo do objeto, Materiais e técnicas, Medidas, Inscrições e marcas, Características particulares, Título, Assunto ou tema, Data ou período, Autor ou fabricante, Observações), Escreva uma breve descrição, Proteja as informações.
V. A lista de controle da norma Object ID é composta pelas seguintes orientações: Tire fotografias, Responda estas questões (Tipo do objeto, Materiais e técnicas, Medidas, Inscrições e marcas, Características particulares, Título, Assunto ou tema, Data ou período, Autor ou fabricante), Escreva uma breve descrição, Proteja as informações. VI. O Object ID é reconhecido pelo ICOM e pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) como norma de controle que comprova a propriedade dos bens culturais materiais pelos museus brasileiros, de acordo com o disposto na Lei 11904/2009, o Estatuto dos Museus.

Está CORRETO, apenas, o que se afirma em

Questão 8

Segundo Krysztof Pomian (1987), o conceito de coleção pode ser definido como “todo conjunto de objetos naturais ou artificiais, mantidos temporária ou definitivamente, fora do circuito de atividades econômicas, submetido a uma proteção especial, em um lugar fechado, mantido com esse propósito e exposto ao olhar” (Pomian, 1987).
Sobre isso, assinale a alternativa CORRETA.

Questão 9

O Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) foi criado pela Lei nº 11.906/2009, com a função de

I. promover e assegurar a implementação de políticas públicas para o setor museológico, com vistas a contribuir para organização, gestão e desenvolvimento de instituições museológicas e seus acervos.
II. incentivar programas e ações que viabilizem a preservação, a promoção e a sustentabilidade do patrimônio museológico brasileiro.
III. promover o estudo, a preservação, a valorização e a divulgação do patrimônio cultural sob a guarda das instituições museológicas, como fundamento de memória e identidade social, fonte de investigação científica e de fruição estética e simbólica.
IV. promover a manutenção de atividades de requalificação e divulgação de museus com representatividade nacional, sejam eles de caráter nacional, regional ou local, a partir de programas de fomento às fontes da cultura nacional.
V. promover a formação de mão de obra especializada para o trabalho em museus e instituições culturais, sendo responsável pelo reconhecimento profissional dos museólogos e demais profissionais de museus.
VI. desenvolver processos de comunicação, educação e ação cultural, relativos ao patrimônio cultural sob a guarda das instituições museológicas para o reconhecimento dos diferentes processos identitários, sejam eles de caráter nacional, regional ou local, e o respeito à diferença e à diversidade cultural do povo brasileiro; e
VII. garantir os direitos das comunidades organizadas de opinar sobre os processos de identificação e definição do patrimônio a ser musealizado.

Estão CORRETOS as afirmações

Questão 10

De acordo com a Seção III, da Lei 11.904/2009, o Estatuto dos Museus, o Plano Museológico deve ser caracterizado como ferramenta de planejamento estratégico para a gestão do museu a ser realizado

Tempo de simulado:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *