Página Inicial » Ensino Superior » Simulado Museólogo – Questões Objetivas

Simulado Museólogo – Questões Objetivas

A Museologia estuda, identifica, restaura e classifica peças de valor histórico e cultural. O Museólogo é o responsável por este trabalho de documentar, pesquisar e conservar o acervo. A área de atuação do museólogo também se concentra na organização de intercâmbios de peças e exposições de arte, planejamento e da programação de museus, sempre com objetivo voltado para o público alvo que se desejar atingir.
Veja e responda o simulado com questões tiradas de provas de Concursos.

Questão 1

Sobre os tesauros aplicados à documentação em museus, analise as afirmativas abaixo:

I. São linguagens documentárias específicas associadas a um domínio específico do conhecimento.
II. Utilizam-se da linguagem natural para organizar/indexar os termos.
III. Os termos apresentados em um tesauro são unívocos e possuem relações entre si; essas relações podem ser de hierarquia e todo-parte.
IV. Apresentam termos preferidos e não preferidos, os quais podem ser termos não autorizados ou equivalentes, sinônimos ou quase sinônimos dos preferidos.
V. O Tesauro de Objetos do Patrimônio Cultural nos Museus Brasileiros (2016), coordenado tecnicamente por Helena Dodd Ferrez, produzido no contexto nacional e consiste em uma revisão e ampliação do Thesaurus para Acervos Museológicos (1987), de autoria de Maria Helena S. Bianchini e Helena Dodd Ferrez.
VI. O Tesauro de Objetos do Patrimônio Cultural nos Museus Brasileiros (2016) é regulamentado pelo Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados - INBCM, instituído pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), através da Instrução Normativa nº 2, de 29 de agosto de 2014, em consonância com o Decreto nº 8.124, de 17 de outubro de 2013 e com a Resolução Normativa nº 1, de 31 de julho de 2014.

Estão CORRETAS apenas




Questão 2

De acordo com a Seção III, da Lei 11.904/2009, o Estatuto dos Museus, o Plano Museológico deve ser caracterizado como ferramenta de planejamento estratégico para a gestão do museu a ser realizado




Questão 3

Segundo Krysztof Pomian (1987), o conceito de coleção pode ser definido como “todo conjunto de objetos naturais ou artificiais, mantidos temporária ou definitivamente, fora do circuito de atividades econômicas, submetido a uma proteção especial, em um lugar fechado, mantido com esse propósito e exposto ao olhar” (Pomian, 1987).
Sobre isso, assinale a alternativa CORRETA.




Questão 4

A museóloga Tereza Scheiner se utilizou de aportes da Filosofia para explicar o conceito de museu como fenômeno e fez algumas afirmações.
Sobre estas, analise as afirmativas abaixo:

I. O museu pode ser considerado um arquiconceito, tratando-se de uma instância simbólica que pode assumir diferentes formas, de acordo com a perspectiva de mundo dos diferentes grupos sociais no tempo e no espaço.
II. O tipo de museu existente em cada sociedade varia de acordo com o conceito de “real” que os seus criadores concebem. Assim, a percepção do real é um dos fundamentos ontológicos da museologia.
III. A dimensão fenomênica do museu, através do estudo de suas relações com o Real, é o objeto de estudo da museologia.
IV. Pode-se admitir uma forma específica de relação entre indivíduo e objeto, característica dos museus, se colocarmos o foco não no objeto e nem apenas no museu, mas, na relação entre ambos, tal como pensado por Stránský.
V. O objeto existente fora do homem pode ser compreendido como uma instância simbólica, que, ao lado da escrita, passa a ser um registro documental do real.
VI. A dimensão fenomênica do museu e a busca da compreensão de suas relações com o Real aproximam a Museologia da Filosofia e não, das Ciências.

Estão CORRETAS




Questão 5

No tocante à conservação e segurança dos acervos, sobre o que prevê o Código de Ética para Museus do Conselho Internacional de Museus (ICOM), analise as afirmativas abaixo:

I. A restauração é elemento primordial na política dos museus e da proteção de acervos, tanto para objetos em reserva como para objetos em exposição ou em trânsito.
II. Os museus devem realizar tempestivamente a restauração de objeto ou espécime tão logo este necessite de intervenções de conservação-restauração ou de serviços de um conservador-restaurador qualificado.
III. O principal objetivo deve ser a completa restauração do objeto e sua integridade.
IV. Todo procedimento de conservação deve ser documentado e, na medida do possível, reversível.
V. Toda alteração do objeto ou espécime original deve ser claramente identificável.
VI. Atenção especial deve ser dada ao desenvolvimento de políticas para a proteção de acervos durante conflitos armados e outros desastres naturais ou causados pelo homem.

Assinale a alternativa CORRETA.




Questão 6

O conceito de referência cultural, tal como formulado por Cecília Londres Fonseca, passa a vigorar como norteador das práticas de patrimonialização no Brasil, em uma progressiva ampliação e democratização dos bens reconhecidos como patrimônio pelo Estado brasileiro, que passa a atribuir valor cultural, também aos bens imateriais.
Sobre a relação entre o conceito de referência cultural e o patrimônio imaterial, é CORRETO afirmar que o conceito de referência cultural




Questão 7

A autora Waldisa Rússio Guarnieri, dialogando com a Sociologia, estabeleceu o conceito de “fato museal”.
Sobre ele, é INCORRETO afirmar que




Questão 8

Considerando a definição de museu estabelecida no artigo 1º da Lei 11.904/2009 (o Estatuto dos Museus), o IBRAM definiu, através da Resolução Normativa nº 1, de 14 de dezembro de 2016, “os procedimentos e critérios específicos relativos ao Registro de Museus junto ao IBRAM e demais órgãos públicos competentes”.
De acordo com essa Resolução, os museus a serem registrados deverão

I. estar a serviço da sociedade e seu desenvolvimento.
II. ser instituição de caráter permanente.
III. preservar bens naturais e culturais, de natureza material ou imaterial.
IV. estimular a produção do conhecimento, seja de maneira formal ou não formal.
V. trabalhar de forma regular com bens culturais musealizados.
VI. possuir exposição ou comunicar seus bens culturais musealizados.
VII. ser instituição aberta ao público.
VIII. não comercializar bens culturais musealizados.
IX. não se caracterizar como processo museológico.
X. não se caracterizar como unidade de conservação da natureza.
XI. não se caracterizar como museu virtual.

Estão CORRETAS as afirmações




Questão 9

No Brasil, a profissão de museólogo foi criada pela Lei 7.287, de 18 de dezembro de 1984 e regulamentada pelo Decreto 91.775, de 15 de outubro de 1985.
De acordo com o disposto nessa legislação, o exercício da profissão de museólogo é privativo:

I. dos diplomados em Bacharelado ou Licenciatura Plena em Museologia e dos diplomados em Mestrado e Doutorado em Museologia, desde que realizados em cursos ou escolas devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura.
II. dos diplomados em Bacharelado em Museologia e dos diplomados em Mestrado e Doutorado em Museologia, desde que realizados em cursos ou escolas devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura.
III. dos diplomados em Bacharelado em Museologia e dos diplomados em Mestrado e Doutorado em Museologia por escolas estrangeiras, desde que reconhecidas pelas leis do país de origem.
IV. dos diplomados em Museologia por escolas estrangeiras reconhecidas pelas leis do país de origem, cujos títulos tenham sido revalidados no Brasil, na forma da legislação.
V. dos diplomados em outros cursos de nível superior que, na data de vigência da Lei 7.287, de 18 de dezembro de 1984, contassem com, pelo menos, 5 (cinco) anos de exercício de atividades técnicas de Museologia, devidamente comprovados. Essa comprovação deve ter sido feita no prazo de 3 (três) anos a contar da vigência da Lei 7.287, de 18 de dezembro de 1984, perante os Conselhos Regionais de Museologia, aos quais competiu decidir sobre a sua validade.
VI. dos diplomados em outros cursos de nível superior que, a partir da data de vigência da Lei 7.287, de 18 de dezembro de 1984, contêm, pelo menos, 5 (cinco) anos de exercício de atividades técnicas de Museologia, devidamente comprovados. Essa comprovação deverá ser feita perante os Conselhos Regionais de Museologia, aos quais compete decidir sobre a sua validade.

Estão CORRETOS os itens




Questão 10

Sobre o Inventário Nacional dos Bens Culturais Musealizados (INBCM), instituído pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) através do Decreto nº 8.124, de 17 de outubro de 2013 e das Resoluções Normativas nº 1, de 31 de julho de 2014 e nº 2, de 29 de agosto de 2014, é CORRETO afirmar que o INBCM é um instrumento de inserção periódica de dados sobre os bens culturais musealizados que integram os acervos




Tempo de simulado:

Comentar Simulado